19/09/2019 16:53

Silva Jardim, uma cidade acéfala

imagem

A cidade de Silva Jardim, no interior do Rio de Janeiro, vive um momento inusitado: não há ninguém para assumir a prefeitura.A informação é de Lauro Jardim. de O GLOBO.Maria Dalva do Nascimento, que era vice-prefeita e assumiu a cidade após Wanderson Gimenez ter renunciado, foi afastada do cargo pelo TRE/RJ, assim como o presidente da Câmara, Roni Pereira. Por causa disso, a prefeitura deve ser assumida pelo Poder Judiciário, especificamente pela única juíza da cidade, Daniella da Silva — pelo menos é o que reza a lei —, que é contrária a ideia.

A Prefeita Maria Dalva do Nascimento, a Cilene (SD), teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta segunda-feira (2).Segundo o órgão, a decisão prevê o afastamento imediato de Cilene (SD) e a convocação de novas eleições na cidade. De acordo com o TRE, a prefeita foi cassada por compra de votos, abuso de poder político e econômico e uso indevido dos meios de comunicação nas eleições de 2016.

O advogado de Cilene disse que a defesa irá recorrer contra a decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).Cilene foi eleita vice-prefeita em 2016 e assumiu a Prefeitura após a renúncia de Anderson Alexandre (SD), que encabeçava a chapa nas eleições passadas.

De acordo com o TRE, na mesma decisão, a Corte afastou a inelegibilidade de oito anos aplicada a Cilene pelo Juízo da 63ª Zona Eleitoral, por entender que não ficou comprovada a contribuição dele nos ilícitos eleitorais e que a sanção tem "natureza personalíssima".

'