17/07/2019 11:53

Witzel abre representação do Rio na Flórida e anuncia outras em NY, Paris, Lisboa, Berlim e Madri

imagem

O governador Wilson Witzel criou um escritório de representação do Rio na Flórida . De acordo com ele, novos órgãos ainda serão estruturados em Nova York e na California, também nos Estados Unidos, além de Paris (França), Londres (Inglaterra), Lisboa (Portugal), Berlim (Alemanha) e Madri (Espanha) e Xangai (China). Witzel afirma que os escritórios, que deverão ganhar status de secretarias, são importantes para alavancar o turismo e melhorar o ambiente de negócios no estado. A informação é de Paulo Cappelli, de O Globo.

— Vamos colocar representantes do estado em cinco países da Europa e dois nos Estados Unidos. Também teremos um escritório na China. Na Flórida, já temos uma pessoa lá. Também vamos colocar em Nova York e na Califórnia (nos EUA), além de Lisboa, Londres, Paris, Berlim e Madri. Isso é fundamental para desenvolver no turismo no Rio.


Segundo Witzel, o modelo será semelhante ao implementado por Portugal.

— Estive em uma visita a Portugal recentemente. Vi que lá o país investe cerca de R$ 51 milhões por ano na promoção do turismo. Eles têm 21 delegados de Portugal espalhados em vários países. E, com isso, recebe 27 milhões de turistas por ano. Você vai às ruas portuguesas e percebe a grande movimentação turística.

No fim de junho, ao anunciar a criação dos escritórios de representação no exterior, Witzel afirmou que pretende dar status de secretaria aos órgãos que, naquele momento, seriam instalados apenas na França, nos Estados Unidos e na China. A assessoria do Palácio Guanabara ainda não divulgou qual será o gasto com a manutenção da estrutura.

Nesta terça-feira (9), Witzel se reuniu com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para tatar do tema. Segundo o governador, haverá um trabalho em conjunto com o Itamaraty.


— O Brasil recebe 6,5 milhões de turistas por ano. Desses, 2,3 milhões vão ao Rio de Janeiro. Perto do potencial brasileiro, esses números são pequenos. Para reverter esse quadro, precisamos trazer mais turistas para o estado, porta de entrada do Brasil. Estabelecemos hoje o diálogo com o Itamaraty para que estejamos conectados e trabalhando em sinergia com foco em promover o Rio de Janeiro no exterior – afirmou o governador.

'