19/08/2019 05:59

Desembargador manda seguir ação contra Queiroz

imagem

O desembargador Antônio Carlos Nascimento Amado, da 3ª Câmara Criminal, negou pedido de liminar de Flávio Bolsonaro para que fosse suspensa a investigação do Ministério Público do Rio sobre o Caso Queiroz.
Na ação, o filho do presidente alegava que houve acesso ao seu sigilo fiscal e bancário, "sendo fornecidas informações muito além daquelas que constariam dos bancos de dados do Coaf".
Mas, para o desembargador, "não houve fornecimento de dados sigilosos". A informação é de Ancelmo Gois, de O Globo.

'