26/05/2019 01:53

Em carta ignorada pelo GLOBO, Cabral contesta versão de Elio Gaspari

imagem

Em carta ao colunista Elio Gaspari, ignorada pelo GLOBO, o ex-governador Sérgio Cabral contesta a versão apresentada pelo jornalista de que teria mentido em depoimento ao juiz Marcelo Bretas sobre a indicação de Marco Aurélio Belizze, cunhado de seu chefe da Casa Civil, Régis Ficher, para uma vaga no Superior Tribunal de Justiça. Segundo Gaspari, não houve disputa entre o advogado Rodrigo Cândido, sócio de Adriana Ancelmo, e Marco Belizze. O primeiro disputava uma vaga da cota da OAB e o outro pleiteava a indicação de origem dos tribunais de justiça. Portanto, não teria havido o confronto relatado pelo ex-governador no depoimento.

Cabral contesta. Segundo ele, como Candido e Belizze são do Rio, a indicação de um excluiria a de outro, pois, pesariam questões geo-politicas na escolha da presidente Dilma, além obviamente dos pré-requisitos de capacitação profissional.
De acordo com a carta do ex-governador, Dilma não concordou com a indicação dos dois, razão pela qual teria vetado Rodrigo Cândido em favor de Marco Belizze. Não publicada pelo GLOBO, a carta foi transcrita em um perfil do facebook mantido por simpatizantes do ex-governador.

'