21/04/2021 14:56

Solidariedade decide expulsar vereador Dr Jairinho de forma sumária

imagem

A direção nacional do Solidariedade decidiu, nesta quinta-feira (8), expulsar, “de forma sumária”, o vereador do Rio de Janeiro, Dr. Jairinho, acusado de matar o enteado Henry.

A informação foi confirmada pelo presidente nacional do partido, o deputado federal Paulinho da Força.

Em um primeiro momento, o partido Solidariedade afastou, na manhã desta quinta-feira (8), o vereador Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, após ele ter sido preso em investigação sobre a morte do enteado, Henry Borel, de 4 anos. Depois das revelações apresentadas hoje pela polícia, a direção nacional decidiu expulsá-lo sumariamente.

“Nós, enquanto um partido formado por cidadãos que buscam um futuro melhor, manifestamos nosso repúdio a todo e qualquer tipo de maus tratos e violência, principalmente contra crianças e adolescentes. Lutamos pelos desfavorecidos e seguiremos atentos aos mais vulneráveis de nossa sociedade”, diz a nota.

'