19/09/2019 16:35

Rodrigo Neves: julgamento de habeas corpus só em março

imagem

Na última terça-feira, dia em que as sessões plenárias do legislativo niteroiense foram retomadas, o julgamento do habeas corpus do prefeito preso Rodrigo Neves (PDT) foi adiado, com previsão para ocorrer no dia 12 de março. Dessa forma, o ex-presidente da Câmara dos Vereadores, Paulo Bagueira (SD), permanece interinamente como prefeito. Rodrigo está preso preventivamente desde 10 de dezembro de 2018 , acusado de receber propina de empresas de ônibus.

Com a manutenção da prisão de Rodrigo, o ano legislativo começou com uma nova composição de vereadores. Eleito suplente, Beto Saad (SD), ex-secretário do Idoso, assumiu uma cadeira na Câmara substituindo o então presidente Bagueira.

O ex-líder de governo Milton Cal (PP) assumiu da presidência do legislativo. O parlamentar a ocupar a posição de novo líder da base governista ainda não foi definido entre os vereadores.

Nesta quarta-feira, em mais um indicativo de que permancerá à frente da prefeitura, Bagueira nomeou Rubia Cristina Secundino, até então secretária-geral da Mesa Diretora da Câmara Municipal, como sua chefe de gabinete. Ela já trabalhava ao lado do prefeito interino há dez anos.

Bárbara Silva Siqueira, que ocupava o referido cargo na gestão de Rodrigo, foi transferida para o posto de subsecretária da Secretaria Executiva da prefeitura, comandada por Axel Grael.

Em substituição aos vereadores Talíria Petrone (PSOL) e Carlos Jordy (PSL) — que assumiram mandato na Câmara dos Deputados, em Brasília —, entraram os suplentes Renatinho (PSOL) e Casota (PSDB), respectivamente.

'