04/03/2021 12:00

Procurador chefe da Lava Jato no Rio comemorou a decisão de Abel Gomes de assumir a Operação Saqueador: "Ele é muito favorável a nós"

imagem

O procurador chefe da Lava Jato no Rio, Eduardo El Hage, comemorou, em conversas com os colegas, o fato de o desembargador Abel Gomes se mostrar disposto a assumir a relatoria da Operação Saqueador, após o desembargador Ivan Athié se declarar impedido, em julho de 2016. “Ele é muito favorável a nós “, afirmou.

Nos diálogos, o procurador Lauro Coelho não tem pejo em admitir que a Lava Jato tentou colocar contra a parede integrantes do TRF-2, como no caso de Ivan Athié. Que deixou a operação Saqueador após o MPF pedir sua suspeição por ser amigo de Tércio Lins e Silva, advogado do empresário Fernando Cavendish, um dos principais alvos da operação.

“Athié se declarou suspeito na Saqueador! Conseguimos emparedar o sujeito.”, afirmou Lauro.

“Top total”, festejou Roberson Pozzobom

Logo depois, Eduardo El Hage comenta: “Parece que quem vai assumir a relatoria é um desembargador super favorável a nós, o Abel".

Os diálogos constam do material obtido por hackers e posteriormente apreendido pela Polícia Federal. Após decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, a defesa do ex-presidente Lula teve acesso às conversas.


A operação Saqueador foi deflagrada pela Polícia Federal do Brasil em conjunto com o Ministério Público Federal em 30 de junho de 2016. Investigava lavagem de dinheiro no valor de R$ 370 milhões. Foram presos na operação Carlinhos Cachoeira, Cláudio Abreu em Goiás e os lobistas Adir Assad e Marcelo José Abudd. Um dos alvos, do mandado de prisão, o empreiteiro Fernando Cavendish, dono da Construtora Delta, não estava em casa, no Rio de Janeiro. Cavendish estava no exterior e foi preso assim que desembarcou no Aeroporto Internacional Tom Jobim

'