16/02/2019 15:06

Ceciliano vai consultar a Mesa para decidir se autoriza posse de deputados

imagem

Se reeleito amanha, o presidente da Alerj, André Ceciliano, não vai decidir monocraticamente se permite ou não a posse dos seis deputados eleitos presos. Ceciliano vai consultar a Mesa Diretora, a Procuradoria da Casa e a o próprio Tribunal Regional Federal para a deliberar se autoriza ou não, em caráter excepcional, o ato de posse nas dependências do presídio. Em entrevista a Cassio Bruno de O Dia, Ceciliano lembrou que os parlamentares, ainda que presos, não foram condenados e foram eleitos pelo voto popular.

Leia a nota :

Caso seja mantido no cargo sábado, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano (PT), consultará o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) para esclarecer como se daria a posse dos seis deputados presos e reeleitos. O petista quer que a nova Mesa Diretora leve em consideração que esses parlamentares ainda não foram condenados e receberam voto popular.

"Por enquanto, não há uma decisão tramitada em julgada. Não são condenados. Além disso, eles foram eleitos pelo povo. São dois argumentos a serem debatidos", afirmou Ceciliano, dando a entender que poderá, sim, dar posse aos colegas presos mesmo após a cerimônia oficial desta sexta-feira.

Segue...


Os deputados presos são: André Corrêa (DEM), Luiz Martins (PDT), Marcus Vinícius Neskau (PDT), Marcos Abrahão (Avante) e Chiquinho da Mangueira (PSC), na Furna da Onça, e Wanderson Alexandre (SD), suspeito de fraudar licitações.

'