17/07/2019 12:02

Preso há 30 dias, Rodrigo é submetido a isolamento da família

imagem

Decorridos 30 dias da prisão do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, sua esposa e demais familiares não conseguiram sequer visita-lo. Não bastasse a decisão judicial ter sido fundamentada a partir apenas da delação do empresário Marcelo Traça, criminoso confesso, Neves está sendo submetido ao isolamento familiar: inexplicavelmente, as visitas não foram autorizadas. Até hoje, a família e a defesa de Rodrigo não conseguiram também obter informações conclusivas sobre as razões de sua prisão. Encarcerado, ele sequer foi ouvido. Não lhe foi concedido ainda o direito de, pessoalmente, se contrapor às acusações.

Rodrigo Neves foi preso em seu apartamento, no bairro de Santa Rosa, Zona Sul de Niterói, no dia 10 de dezembro. O político e os empresários de ônibus João dos Santos Silva e João Carlos Felix Teixeira foram detidos em um desdobramento da Operação Lava-jato no Rio de Janeiro, intitulada Operação Alameda.
Os familiares de Rodrigo estão ainda revoltados porque o prefeito afastado sequer foi ouvido por qualquer instância do Judiciário.
“Rodrigo está preso 22 horas por dia numa cela, com base numa delação sem provas, e até hoje não foi ouvido e não teve oportunidade de esclarecer os fatos”, afirmam em nota.

A defesa de Neves continua tentando habeas corpus. O primeiro, impetrado no Superior Tribunal de Justiça, na mesma semana em que foi preso, foi negado pelo ministro Rogério Schietti Cruz.
Logo após, o ex-ministro de Justiça José Eduardo Cardozo deu início a um novo processo de liberdade provisória, desta vez no Supremo Tribunal Federal (STF), em favor do prefeito suspenso. Como a Corte já estava em recesso forense, entretanto, o ministro Dias Toffoli, que decide monocraticamente neste período, alegou que a decisão, neste caso, não era urgente e adiou-a para a volta das sessões. Com isto, Neves terá como relator de seu pedido o ministro Roberto Barroso, que poderá emitir parecer, favorável ou contrário, a partir do dia 1º de fevereiro.

'