24/04/2019 11:06

DELAÇAO CONFUSA: Mais um advogado deixa defesa de Cabral

imagem

O advogado João Bernardo Kappen deixou as negociações de acordo de delação premiada do ex-governador do Rio Sérgio Cabral com o Ministério Público Federal. Kappen foi o segundo a abandonar o ex-governador nesta semana. Antes, o advogado Rodrigo Roca confirmou não fazer mais parte da defesa do político.

Segundo o jornal O Globo, Kappen havia recebido, há duas semanas, uma procuração do ex-governador para que ele o representasse nas conversas com autoridades. Ainda de acordo com a publicação, Cabral pretende delatar corrupções no âmbito do Poder Judiciário e ex-membros da chefia do Ministério Público do Rio de Janeiro, além de informações sobre a organização dos Jogos Olímpicos de 2016.

Kappen confirmou à ConJur o distrato na relação profissional com Sérgio Cabral, e disse que sua participação não envolvia atuação na defesa dos processos em andamento, posição que era ocupada desde novembro 2017 por Roca, quando o ex-governador foi preso acusado de chefiar um esquema de corrupção que desviou mais de R$ 210 milhões dos cofres públicos.

Condenado no total a 198 anos e seis meses de prisão, Cabral nega o recebimento de propina e o favorecimento de empreiteiras para a realização de obras públicas. Ele tem admitido contudo, o recebimento de caixa dois.

'