28/05/2020 21:44

Deputado Pedro Paulo acha que Moro se complica com a divulgação do vídeo

imagem

Na opinião do deputado Pedro Paulo (DEM), um dos parlamentares mais próximos do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o presidente Bolsonaro ganhou com vazamento do vídeo. Para ele, o ex-ministro Sérgio Moro sai menor do caso e se complica diante do STF. “Não vi a prova do que acusou o Presidente da República. Não se esqueçam que o inquérito também o investiga pela prática de denunciação caluniosa”, afirmou, completando: “Foi coisa de amador”.

“Damares e Weintraub vão virar ídolos de quem votou no Capitão e ainda ganharão alguma simpatia de conservadores que não os conheciam. Moro, sai menor e se complica. Não vi a prova do que acusou o Presidente da República. Não se esqueçam que o inquérito também o investiga pela prática de denunciação caluniosa. Governo ganhou publicidade gratuita de suas ações, ainda que fraquinhas, vi falas arrumadinhas que me pareceram todas coerentes com o q acreditam. Bolsonaro cobrou a segurança da sua família, não pediu PF para benefício próprio. E ter informações de seus órgãos de inteligência, não tem nada demais. O exemplo do pai com ouvido do atrás da porta dos filhos foi muito feliz. Ao lado de três generais e mais dois assistindo, disse que o AI-5 não tinha a menor importância e que iria armar a população para evitar uma ditadura. No limite, ameaçado de impeachment todo dia, disse que poderia usar o Art.142 da CF. Teve fala para povão, evangélicos, católicos, empresários. Reforçou o Guedes várias vezes, e este, nos deixou a tarefa de ler a Teoria Geral de Keynes pelo menos umas nove vezes para debater com ele. Se tivesse sido mais cedo, a Bolsa subiria e o dólar, cairia. Palavrão, falta de educação, foco (até me esqueci de qual era o objetivo da reunião), flertes autocratas, não são segredos da sua conduta. O que importa é que tudo isso foi dito sem filtro, sem saber q se tornaria público, o que lhe dá ainda mais credibilidade. Ou seja, na minha avaliação, Bolsonaro ganhou com o vazamento. Parabéns para o gênio que achou q isso iria prejudicá-lo. Coisa de amador.”

'