22/09/2020 07:51

Calero pede que Paulo Marinho seja ouvido no inquérito que apura interferência de Bolsonaro na PF

imagem

O deputado Marcelo Calero pediu ao ministro Celso de Mello que determine o interrogatório de Paulo Marinho no inquérito sobre a interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal, informa O Antagonista. O deputado também pede a apreensão do celular de Gustavo Bebianno, que, segundo Marinho, contém as conversas do ex-ministro com Bolsonaro.

O parlamentar também pediu o depoimento de todas as pessoas que, segundo ele, sabiam do vazamento e adiamento da Operação Furna de Onça em 2018. Na petição, ele levanta a hipótese de que Alexandre Ramagem teria antecipado à família Bolsonaro que a operação seria deflagrada tendo como alvo Fabrício Queiroz.

“A Operação ‘Furna da Onça’ foi coordenada pela Delegada Federal Xenia Soares e ocorreu em desdobramento à Operação “Cadeia Velha”, a qual foi coordenada pelo Delegado Federal Alexandre Ramagem, indicado preferido pelo presidente Jair Bolsonaro ao cargo de diretor-geral da Polícia Federal”, diz a petição.

“Há fundada suspeita, portanto, de que Alexandre Ramagem tenha sido o delegado mencionado por Paulo Marinho como o responsável pelo vazamento da operação ‘Furna da Onça’ que envolveria o clã Bolsonaro. A suspeita se dá em razão de Alexandre Ramagem, pouco depois, ter assumido a segurança do então presidente eleito e, em seguida, ter sido indicado para a Agencia Brasileira de Informação – ABIN, e ter sido, sucessivamente, o pivô da recente exoneração do Diretor da Polícia Federal e, por consequência, do Ministro Sérgio Moro.”

'