16/02/2019 15:45

Direita se articula para obter o impeachment de Rodrigo Neves

imagem

Movimentos de direita, vinculados ao presidente eleito Jair Bolsonaro, estão se articulando em Niterói afastar qualquer possibilidade de o prefeito Rodrigo Neve voltar ao cargo, por conta de uma eventual decisão judicial de relaxamento de sua prisão. Dois pedidos de impeachment já foram protocolados na Câmara da cidade. O vereador Carlos Jordy (PSL) foi à seção de protocolo da Câmara de logo de manhã e deu entrada a um pedido de impeachment.Logo depois, o MBL de Niterói deu entrada em outro pedido, protocolado com o apoio de Bruno Lessa (PSDB), que presidiu uma CPI local para investigar os contratos de ônibus.

Os vereadores não assinaram os requerimentos para não serem impedidos de votar — caso algum deles venha a ser aceito pelo atual presidente da Casa, Milton Cal (PP).

Se os processos forem adiante e Rodrigo Neves acabar cassado, a antiga capital fluminense vai ter novas eleições: pela Lei Orgânica do Município, nos três primeiros anos de mandato, devem ser convocadas eleições diretas em até 90 dias caso o cargo de prefeito fique vago.

'