24/04/2019 11:21

Polícia Civil e MP fazem busca e apreensão na Prefeitura de Mesquita

imagem

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), a Polícia Civil e o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) cumprem mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Mesquita, na Baixada Fluminense, na casa do ex-secretário de governo da prefeitura, Bruno Daumas Ferreira dos Santos, na sede da empresa Nil Locações Ltda., e em outros três endereços.

A ação, realizada na manhã desta terça-feira (11), foi batizada de "operação Templum". De acordo com as investigações, o ex-secretário de governo mantinha um esquema criminoso de fraude em licitações envolvendo a Prefeitura de Mesquita.

A denúncia aponta que ele coordenava um esquema de rodízio de nomeações e exonerações de servidores para trabalharem com as empresas envolvidas nas fraudes. Em uma conversa por telefone, que foi interceptada pelos investigadores, Bruno negocia a nomeação de motoristas que não possuíam carteira de habilitação.

Os depoimentos colhidos nos autos mostram ainida que os “laranjas” também se beneficiavam dos crimes. Em uma das conversas telefônicas interceptadas, um dos "laranjas" informa a uma outra pessoa também usada como "laranja" que um depósito de R$ 10 mil havia sido feito em sua conta e diz que, desse valor, R$ 5 mil eram da “primeira parcela daquele negócio”.

O MPRJ também também requereu a quebra de sigilo de dados dos bens apreendidos.

'