15/12/2019 04:57

Família de Pezão espera que o STJ julgue recursos ainda este ano

imagem

A família do ex-governador Luiz Fernando Pezão aguarda ainda para este ano o julgamento de recurso no STJ contra a prisão preventiva decretada pelo juiz Marcelo Bretas. Retirado com espalhafato do Palácio Guanabara pelas forças de segurança, Pezou completou um ano na cadeia sem que tenha sido sequer ouvido. O primeiro depoimento está marcado para janeiro.

Ciosos da necessidade de obediência ao rito processual, os advogados do ex-governador não querem recorrer diretamente ao STF. A hipótese é aventada pela família como último recurso caso o STJ não paute para os próximos dias o julgamento. Corretamente, a defesa alega excesso de prazo para cumprimento de prisão preventiva – baseada exclusivamente na frágil delação de um criminoso confesso, o ex-operador Carlos Miranda

'