19/04/2019 15:15

O Globo e a denúncia contra Renan

RICARDO BRUNO

Nem de longe pretendo fazer aqui a defesa do senador Renan Calheiros, mas a matéria publicada hoje pelo GLOBO lançando suspeitas de que ele seria beneficiário de propinas depositadas numa conta da Suíça é fraca, capenga e desmerecedora de qualquer crédito.O dinheiro foi parar numa conta supostamente controlada pelo empresário Walter Faria, dono da Cervejaria Itaipava, que nega qualquer vinculo com a operação. Além disto, não há uma informação concreta: nenhum vínculo comprobatório de que Renan de fato era dono da mufunfa. Apenas ilações de um delegado, lançadas às vésperas das eleições para a presidência do Senado, onde Renan Calheiros surge como forte candidato.

Este é um outro ponto a merecer reflexão: até quando nossa imprensa vai continuar se deixando manipular docilmente por atores políticos ou personagens do Ministério Público movidos visivelmente por objetivos que não o efetivo cumprimento de seu papel institucional.
E não se diga, em defesa da publicação, que é papel da imprensa apurar, investigar e informar à sociedade. O título de hoje na primeira página, "PF liga Renan Calheiros a propina na Suíça" se tivesse sido amparado por matéria consistente seria genial. Se fosse fruto de jornalismo de verdade, matérias exclusivas com correspondentes na Suíça, cópias de movimentações em nome de parentes ou pessoas ligadas ao acusado, depoimentos consistentes da mecânica da operação, revelações que mostrassem qual foi objetivamente a contra-partida do ato de corrupção, teria sido uma página memorável da reportagem nacional. Mas nada, nada, nada. Ou melhor cita a delação Nestor Cerveró na qual afirmara que o grupo de senadores do MDB recebera propinas de operações internacionais da Petrobras. Daí conclui, irresponsavelmente, que a grana depositada na Suíça só pode ser de Renan. Não ponho minha mão no fogo por ninguém. Pode ate ser que Renan esteja envolvido mas a matéria que o acusa e o denigre é sofrível. E só ajuda a mostrar porque a confiança na imprensa brasileira vem se desmilinguindo, no rastro de uma irresponsabilidade crescente.

'