26/10/2020 23:38

Política

  • Bandeira de Mello, da Rede, deve renunciar para apoiar Martha Rocha

    O candidato da Rede, Eduardo Bandeira de Mello, deve retirar sua candidatura para apoiar Martha Rocha, e assim, supostamente, garantir a presença da candidata do PDT no segundo turno. A informação é de Lauro Jardim, de O Globo. Estaria sendo costurado um acordo, a ser anunciado na próxima sexta-feira. Bandeira de Mello tem cerca de 3% das intenções de votos.

  • Para avançar na esquerda, Martha vai cumprir agenda com grupos ecológicos e LBGT

    Após se mostrar competitiva num hipotético segundo turno com Eduardo Paes, a candidata do PDT, Martha Rocha vai começar a cumprir uma série de agendas com pautas nitidamente de esquerda para tentar ampliar seu eleitorado em franjas ideológicas hoje próximas a Benedita da Silva (PT) e Renata Souza (PSOL). Os atos, organizados pelo PSB, começam amanhã com visita ao Grupo Arco Íris, no Centro, onde assinará carta de compromissos com a comunidade LBGT.

  • TRE nega recurso e mantém candidatura de Rogério Lisboa indeferida

    O desembargador Vitor Marcelo Rodrigues, do TRE, negou provimento ao recurso do candidato do PP à Prefeitura de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa, contra decisão do juiz eleitoral da cidade, que indeferiu o registro da candidatura por irregularidades na ata da coligação Fé, Trabalho e Humildade (PV, PSL, PMB, PP, DEM, Avante, PDT, MDB, PL, Cidadania, Patriota e Pros). Se não conseguir sanar o problema, os votos dados a Rogério Lisboa não serão contabilizados na apuração.

  • Maioria esmagadora dos chilenos vota pelo fim da constituição fascista de Pinochet

    Após a vitória do candidato de Evo Morales, Luis Arce, na Bolívia, o Chile também começa a se distanciar do fascismo. Os eleitores chilenos votaram de forma maciça pela elaboração de uma nova Constituição, em plebiscito realizado neste domingo. Segundo números preliminares, 77,60% aprovaram a criação de um novo texto, substituindo o atual, adotado ainda na ditadura de Augusto Pinochet, enquanto 22,40% votaram pela permanência da legislação atual. Até o momento, foram apuradas 27,52% das urnas.

  • Martha Rocha vai a Justiça e obriga Ibope a divulgar simulações de segundo turno com os principais candidatos

    É de importância estratégica para o PDT mostrar que a candidatura de Marha Rocha é competitiva e pode efetivamente se tornar vitoriosa, como mostrou a última pesquisa do Datalfolha. A candidata conseguiu, por via judicial, obrigar o Ibope a divulgar, em sua próxima pesquisa na quinta-feira (29/10), as simulações de segundo turno entre os quatro principais colocados, que, estranhamente, foram omitidas na último levantamento do instituto.

  • CIRO VAI ENTRAR DE CABEÇA NA CAMPANHA DE MARTHA ROCHA

    A partir da próxima semana, o ex-governador Ciro Gomes terá forte presença nos programas de televisão da candidata do PDT, Martha Rocha. A ideia é mostrar que por trás da hipotética vitória da ex-delegada há uma equipe de cabeças pensantes preparadas para recuperar a cidade do Rio de Janeiro. Tão logo seja liberado pelos médicos em razão da Covid-19, Ciro Gomes virá ao Rio de Janeiro para um ato público da campanha.

  • PESQUISA CONFIRMA LIDERANÇA ISOLADA DE AXEL GRAEL EM NITERÓI

    Pesquisa do Instituto GERP sobre as eleições à Prefeitura de Niterói mostra a liderança isolada do candidato do PDT, Axel Grael, com 38% das intenções de voto. Apoiado pelo prefeito Rodrigo Neves, Axel tem o triplo do segundo colocado, Felipe Peixoto (PSD) que aparece com 12%. O pedetista tem percentual maior do que a soma de todos os outros candidatos.

  • ABIN INVESTIGA ESQUEMA CRIMINOSO NA RECEITA QUE PODE LEVAR A ANULAÇÃO DAS INVESTIGAÇÕES SOBRE RACHADINHAS NA ALERJ

    Um suposto esquema criminoso operado por funcionários da Receita Federal do Rio pode levar a anulação de todas as investigações sobre a eventual prática de rachadinha em gabinetes de deputados da Alerj. A informação, já sob investigação do Gabinete de Segurança Institucional e da Abin, foi levada ao presidente Jair Bolsonaro em 25 de agosto pelas advogadas do senador Flávio Bolsonaro, Luciana Pires e Flávia Bierrenbach em reunião no Palácio do Planalto.

  • No Jogo do Poder, Ceciliano pede que STF adie julgamento sobre os royalties

    Em entrevista ao Jogo do Poder, neste domingo, o presidente da Alerj, André Ceciliano, defende que seja adiado o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade que questiona as novas regras de divisão dos royalties no STF. Ao lado do Governo do Estado, a Alerj assumiu o protagonismo do movimento para sensibilizar o presidente do STF, o carioca Luiz Fux, a tirar de pauta o assunto a fim de que se permita a construção de uma saída negociada com os demais estados.

  • PF mira criminalista acusado de "vender" proximidade com o juiz Marcelo Bretas

    A Polícia Federal (PF) cumpre mandados de busca e apreensão nesta sexta-feira (23) em endereços no Rio de Janeiro ligados a Nythalmar Dias Ferreira Filho, um dos advogados criminalistas mais famosos da Operação Lava Jato. Segundo a denúncia, ele “vendia” suposta proximidade com o juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela operação no Rio.

  • A VACINA DA DISCÓRDIA

    Antes mesmo da publicação de sua nomeação definitiva, o Presidente da ANVISA já demonstra apreço pelos holofotes e pelo jogo político de Brasília. Capa de hoje nos jornais de grande circulação do país, Antônio Barra Torres parece ter abandonado o Jair Bolsonaro no tema da vacina chinesa.

  • DATAFOLHA: Martha venceria Paes no segundo turno, que não deverá ter Crivella

    A pesquisa do Datafolha, divulgada hoje, traz dois fatos importantes para a compreensão do cenário eleitoral: Crivella está a um passo de não disputar o segundo turno; a tendência dos últimos movimentos mostra que sua candidatura deve ser ultrapassada ou por Martha Rocha (PDT) ou por Benedita da Silva (PT). A segunda informação importante não é alvissareira para Eduardo Paes (DEM): num segundo turno com Marta Rocha ele perderia para a pedetista por 45% contra 41%, dentro da margem de erro.

  • Prefeito de Búzios é afastado do cargo pela 11ª vez

    Uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro afastou André Granado da prefeitura de Búzios, na Região dos Lagos, e convocou o vice-prefeito, Henrique Gomes, a assumir o cargo. Esta é a 11ª vez que Granado é afastado do cargo desde 2016, quando foi reeleito. Ele havia voltado para o cargo, pela décima vez, em novembro do ano passado.

  • Vítima da Covid-19, morre o senador Arolde de Oliveira

    Vítima da Covid-19, acaba de falecer o senador Arolde Oliveira (PSD). Ele estava internado no Hospital Samaritano havia 17 dias.

  • Carlos Portinho assume cadeira no Senado em substituição a Arolde

    Assumirá a cadeira no Senado, em substituição a Arolde de Oliveira, falecido nesta quarta-feira, vítima da Covid-19, o advogado Carlos Francisco Portinho. Um dos fundadores do PSD, Portinho foi Secretário de Habitação do Município do Rio, na gestão de Marcelo Crivella e Secretário do Ambiente do Governo do Estado, em 2014, na gestão de Luiz Fernando Pezão, em substituição a Índio da Costa.

  • TCE aprova por unanimidade as contas de Rodrigo Neves em Niterói

    O Tribunal de Contas do Estado aprovou por unanimidade a Prestação de Contas de 2019 da Prefeitura de Niterói. O corpo instrutivo do Tribunal e o Ministério Público de Contas também apresentaram parecer pela aprovação. O prefeito Rodrigo Neves disse que a decisão é o reconhecimento da seriedade e da transparência de sua gestão.

  • Justiça bloqueia contas de Cristiane Brasil e Pedro Fernandes

    A Justiça determinou o bloqueio das contas bancárias, aplicações financeiras, e dos bens da ex-deputada federal Cristiane Brasil e do ex-secretário Pedro Fernandes. A medida também vale para outras cinco pessoas e quatro empresas, todos suspeitos de participação em um esquema de desvio de dinheiro público em contratos na área da assistência social.

  • Indicação de Kassio Marques para STF é aprovada por 57 votos a 10 pelo Senado

    O plenário do Senado aprovou, por 57 votos a 10, a indicação de Kassio Nunes Marques à vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) na noite desta quarta-feira. Kassio Marques ocupará a vaga aberta pela aposentadoria de Celso de Mello, que ficou 31 anos na Corte. Ele precisava de ao menos 41 votos favoráveis para ser aprovado.

  • Morre médico carioca voluntário nos testes da vacina contra Covid-19

    A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) divulgou nota de pesar pelo falecimento do ex-aluno João Pedro R. Feitosa. O médico era o voluntário que participava dos testes da vacina de Oxford e morreu em decorrência de complicações por Covid-19 na quinta-feira (15).

  • MP recorre contra decisão da Alerj de transferir Degase para Segurança Pública

    O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com uma representação judicial para derrubar a emenda constitucional aprovada na Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) para transferir o Departamento Geral de Ações Socioeducativas, o Degase, da Secretaria da Educação para a de Segurança Pública.

  • Fux confirma com Ceciliano reunião para discutir nova regra dos royalties

  • Catástrofe social à vista, adverte economista Mauro Osório

    Em artigo para Agenda do Poder, o professor Mauro Osório, profundo estudioso da economia fluminense, traça um quadro sombrio para o Estado do Rio caso efetivamente entre em vigência as novas regras de divisão dos royalties. Osório prevê uma catástrofe social se receitas do petróleo caírem na medida determinada pela nova lei, atualmente questionada no STF. Ele aponta a contradição-chave do embaraço fiscal do governo do estado. “O Rio tem o 2° PIB do Brasil mas é o 17° em receita pública estadual”.

  • Pesquisa aponta vitória de Washington Reis no primeiro turno em Caxias

    Pesquisa divulgada nesta terça-feira, 20, pela empresa Virtu Análise e Estratégia LTDA, aponta vitória no primeiro turno do atual prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB), caso a eleição fosse hoje. De acordo com os números, Reis tem 60% dos votos válidos. A segunda colocada ficaria bem distante, Andreia Zito (PP), com apenas 15% dos votos válidos, Dica (PL) ficaria com 11%, Marcelo Dino (PSL) com 7% e os demais candidatos somados com 7%. A pesquisa foi registrada no TSE com o protocolo RJ-06338/202.

  • Bretas foi treinado por autoridades americanas para comandar a Lava Jato no Rio

    O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, fez um curso em um órgão dos Estados Unidos destinado a treinar juízes estrangeiros pouco antes de assumir os inquéritos e processos da operação "lava jato" no estado fluminense. A informação é do site Conjur. De janeiro a março de 2015, Bretas participou, em Washington, do Visiting Foreign Judicial Fellows Program do Federal Judicial Center (FJC). Em currículo apresentado ao STJ para se candidatar a uma vaga de conselheiro no CNJ, ele afirmou que, no programa, teve lições sobre processos de corrupção e lavagem de dinheiro com autoridades norte-americanas.

  • Martha Rocha e Eduardo Paes são os candidatos com mais recursos para campanha

    Os candidatos a prefeito do Rio Janeiro, Martha Rocha (PDT) e Eduardo Paes (DEM), são, até o momento, os que mais receberam dinheiro de campanha. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a deputada estadual e ex-chefe da Polícia Civil contabilizou R$ 4 milhões. O dinheiro foi depositado pela direção nacional de seu partido por meio do Fundo Eleitoral. Já o ex-prefeito conseguiu R$ 3,41 milhões também do mesmo fundo. A informação é de Cassio Bruno, da revista Veja.

  • Em defesa, Witzel se diz um outsider da política e culpa subordinados

    Em defesa enviada hoje à Alerj no processo do impeachment, os advogados de Wilson Witzel responsabilizaram o ex-secretário de Saúde, Edmar Santos, e o subsecretário Gabriell Neves pelos pagamentos milionários a organizações sociais investigadas por desvios na saúde do Rio. A revelação é do site O Antagonista. Na peça, a defesa diz que Witzel não ordenava despesas nem “se imiscui na rotina diária de cada secretaria”. Afirmou que a Unir Saúde e a Iabas não têm ligação com o empresário Mário Peixoto — juntas, as duas entidades receberam R$ 283,3 milhões do estado.

  • Luiz Lima conhece bem os incentivos fiscais

    O candidato do PSL à Prefeitura do Rio, Luiz Lima, não é exatamente um neófito nas artimanhas do mundo político como faz crer em sua propaganda eleitoral. Desde 2013, - governo Sérgio Cabral, portanto, - sua a empresa - a Vitório Régia – é uma das subcontratadas para execução do circuito Rei, Rainha do Mar, de estímulo à nataçã

  • Cláudio Castro e Ceciliano vão a Fux para retirar de pauta julgamento dos royalties

    O governador Cláudio Castro e o presidente da Alerj André Ceciliano, vão agendar na próxima semana reunião com o presidente do STJ, Luiz Fux, para negociar a retirada de pauta da Ação Direta de Inconstitucionalidade que questiona as novas regras para a redistribuição dos royalties do petróleo entre estados e municípios. O julgamento da ação está marcado para o dia 3 de dezembro e há um temor de que a ADI 4 possa ter julgamento desfavorável, o que deixaria o Rio e seus municípios expostos à nova forma de partilha de royalties, aprovada pela Câmara Federal por meio da lei 12.734, de 2012. A nova regra é desastrosa para o Estado do Rio. Caso seja aplicada, o Estado teria, segundo dados da Alerj, perdas de receitas estimadas em até R$ 57 bilhões nos próximos cinco anos, sendo R$ 23 bilhões referentes aos pagamentos de retroativos.

  • Candidato de Evo Morales ganha no primeiro turno eleição presidencial na Bolívia

  • Apuração da eleição presidencial na Bolívia mostra equilíbrio entre Luis Arce e Carlos Mesa

  • André Corrêa pede indenização ao Itaú por ter depositado R$ 34 milhões em sua conta, por engano

    O deputado André Corrêa (DEM) está tentando reverter a sucessão de falhas e arbítrios que o levou à prisão no curso da Operação Furna da Onça. Um depósito equivocado em sua conta no valor fantástico de R$ 34 milhões fez acender o alerta vermelha do Coaf sobre suas movimentações

  • Ceciliano manifesta apoio a Pudim em Campos

  • Ceciliano lidera movimento em defesa da manutenção dos royalties do Rio

    Sob a liderança do presidente André Ceciliano, a Alerj promove nesta segunda-feira (19/10), às 10 h, reunião virtual com participação do governador em exercício, Cláudio Castro, e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, além de representantes da Firjan, Fecomércio e Associação Comercial e prefeitos do interior para sensibilizar o presidente do STF, Luiz Fux, a adiar o julgamento da ação que questiona as novas regras de distribuição dos royalties.

  • Eduardo Paes cresce porque está se transformando no candidato dos pobres

    O maior feito da primeira semana de campanha eleitoral na televisão foi de Eduardo Paes; não por ter crescido na margem de erro nos números finais da intenção de voto, passando de 27% para 30%. Não fosse a análise visceral dos resultados poder-se-ia dizer que o movimento seria estatisticamente desprezível, pois a amostra tem variação de 3% para mais ou menos. O que definitivamente mostra que o candidato do DEM avançou de modo sólido foi sua performance entre os mais pobres. Em uma semana, Eduardo Paes começou a se impor como o candidatos dos pobres: entre os que ganham até um salário mínimo, ele disparou pulando de 20% para 29%, num movimento inconteste, pois totalmente fora da margem de erro.

  • Ex-governador Garotinho testa positivo para a Covid-19

  • Paes consolida favoritismo; demais candidatos não se movimentam, segundo o Ibope

    A pesquisa do Ibope revelada nesta quinta-feira pelo RJ-TV, após a primeira semana de propaganda eleitoral, confirma o favoritismo de Eduardo Paes (DEM) e não mostra qualquer reação dos demais competidores. Paes foi o único a crescer – subiu de 27% para 30% das intenções de voto. Martha Rocha (PDT) aparece em terceiro lugar, mantendo 8% das preferências, e seguida por Benedita da Silva, que também manteve as preferências do levantamento anterior: 7%.

  • Barroso afasta do mandato senador que escondia dinheiro na cueca

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso determinou o afastamento do ex-vice-líder do governo no Senado Chico Rodrigues (DEM-RR) das suas funções parlamentares por um prazo de 90 dias, após ele ter sido alvo de busca e apreensão da Polícia Federal que localizou dinheiro escondido em sua cueca.

  • Juiz eleitoral de Nova Iguaçu indefere registro da candidatura de Rogério Lisboa

    O juiz Alberto Republicano de Macedo, da 156ª Zona Eleitoral, indeferiu nesta quinta-feira (15/10) o registro da candidatura de Rogério Lisboa à Prefeitura de Nova Iguaçu, por ter sido impugnada a coligação da qual o partido do candidato – o PP – faz parte. Segundo o magistrado, o indeferimento da coligação é suficiente para impedir os registros a ela vinculados.

  • Justiça manda soltar Pedro Fernandes e Cristiane Brasil

  • Senador flagrado com dinheiro nas nádegas era defensor fervoroso da Lava Jato

    O senador Chico Rodrigues (DEM), flagrado nesta quarta-feira 14/10 com dinheiro entre as nádegas, é um bom exemplo da hipocrisia de alguns bolsonaristas defensores da Lava Jato. Uma turma metida até o pescoço em maracutaias mas que, nas redes sociais, assume ares e tons moralistas em defesa dos bons costumes e da nova política.

  • Vice-líder de Bolsonaro é flagrado pela PF com dinheiro escondido nas nádegas

    Alvo de mandado de busca e apreensão, o vice-líder do governo Bolsonaro, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), teria sido flagrado pela Polícia Federal (PF) com dinheiro escondido entre as nádegas. A informação é da revista Crusoé. De acordo com o veículo, fontes que atuam no caso afirmaram à reportagem que os investigadores encontraram e apreenderam dinheiro em espécie. No entanto, não informaram onde as quantias estavam escondidas

  • Rosa Weber vota pela prisão de traficante mas diz que Fux não pode suspender liminar de ministros em ações penais

    Na discussão sobre o caso do traficante André do Rap, a ministra Rosa Weber disse que o presidente do Supremo não pode suspender liminares dos colegas em casos penais. No caso de André do Rap, no entanto, ela manteve a decisão de Luiz Fux que suspendeu habeas corpus concedido ao traficante. Segundo Rosa, não existe previsão em lei ou no Regimento Interno do Supremo que autorize o presidente a revogar decisões de ministros em matéria criminal, ainda que haja precedentes de diversos presidentes.

  • PODER PERPÉTUO? Eduardo Eugênio assume o nono mandato à frente da Firjan

    Pelo nono mandato consecutivo, numa abominável perpetuação no poder, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira tomou posse como presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) em cerimônia transmitida pela internet na manhã desta quarta-feira. Ele vai comandar a entidade até 2024, cargo que ocupa desde 1995.

  • Candidatura de Glória Heloíza entra em colapso

    Após ter deixado a magistratura, com mais de 20 anos de carreira, a candidata do PSC, Glória Heloiza, experimenta uma brutal frustração. Mais do que não emplacar, sua candidatura parece definhar por inanição financeira. Além de votos, faltam recursos para as tarefas básicas, informa Lauro Jardim, de O Globo.

  • Clarissa Garotinho tenta impugnar Datafolha na Justiça

    A campanha de Clarissa Garotinho à prefeitura do Rio ingressou na Justiça Eleitoral com um pedido de impugnação da última pesquisa Datafolha, registrada no dia 2 de outubro deste ano, sob o n.º RJ-09140/2020. A informação é da coluna Radar, de Veja. O argumento da candidata do PROS é o de que o Datafolha ouviu, para a sua pesquisa, 31% de pessoas com Nível Superior (escolaridade) — percentual que estaria acima da realidade do eleitorado da cidade do Rio. De acordo com estatísticas recentes do TSE, esses eleitores representam 18,42% do total.

  • Ex-jornalista, defensor ferrenho da liberdade de expressão, desembargador derruba censura ao blog de Luís Nassif

    O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro derrubou a decisão da 32ª Vara Cível que censurou 11 reportagens do GGN, editado pelo jornalista Luis Nassif, reelacionadas ao banco BTG Pactual. A decisão é do desembargador Fernando Foch, da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que restabelece o direito do GGN de divulgar todo o conteúdo e novas reportagens sobre o BTG, em decisão proferida em 9 de outubro. A vitória foi obtida pelos advogados Arnobio Rocha e Juliana Serrano.

  • Juiz eleitoral de Nova Iguaçu indefere registro de coligação de Rogério Lisboa

    O juiz eleitoral da 156ª Zona Eleitoral (Nova Iguaçu), Alberto Republicano de Macedo Junior, indeferiu o registro da coligação Fé, Trabalho e Humildade, grupo de apoio político partidário da campanha do candidato a reeleição, Rogério Lisboa (PP). A sentença foi divulgada no último sábado (10).

  • MP DENUNCIA JUIZ DO RIO POR CORRUPÇÃO

    O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou hoje, por corrupção, lavagem e associação criminosa o juiz João Luiz Amorim Franco, da 11ª Vara de Fazenda Pública da Capital, e o assessor Marcos Vinicius Farah Noronha, informa a GloboNews. Os dois são acusados de cobrar do perito judicial Charles Fonseca William 10% do valor bruto dos honorários de cada perícia realizada. Segundo o MP-RJ, valores foram recebidos ao menos 179 vezes entre 2007 e 2019, como contrapartida à indicação de Charles para o cargo.

  • Alerj lança movimento em defesa do Rio diante da ameaça de mudança na divisão dos royalties

    O presidente da Alerj, André Ceciliano, deflagrou nesta semana um amplo movimento de mobilização da sociedade civil fluminense para evitar eventual decisão desfavorável aos estados produtores de petróleo no julgamento do STF sobre as regras de distribuição dos royalties previsto para 3 de dezembro. Reitores das universidades estaduais e federais, integrantes da bancada federal, lideranças empresariais capitaneadas pela Firjan e dirigentes do governo do estado estão sendo convidados para reunião no próximo dia 19 , quando serão definidas estratégias de ação política para se evitar o que seria a catástrofe absoluta, com o fim do atual modelo de distribuição dos royalties.

  • Crivella obtém liminar no TSE para garantir candidatura à reeleição

    O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), obteve liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na noite desta segunda-feira para suspender os efeitos de sua condenação por abuso de poder político e conduta vedada nas eleições de 2018. A condenação, proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) no fim de setembro, havia tornado Crivella inelegível por oito anos, com base na Lei da Ficha Limpa. Com a liminar, Crivella deve ter seu registro de candidatura deferido e poderá concorrer à reeleição.

  • Marco Aurélio chama Fux de caçador, com ç, e exibe à opinião pública o racha do STF

    As divergências entre o ministro Marco Aurélio de Mello e o presidente do STF, Luiz Fux, em torno do habeas corpus concedido ao traficante Andre do Rap resvalaram para troca de farpas pessoais, exibindo à opinião pública o racha na mais alta corte do pais.

  • Cláudio Castro testa positivo para Covid-19

  • DATAfOLHA CONFIRMA LIDERANÇA DE PAES E INDEFINIÇÃO DO SEGUNDO COLOCADO

    Saiu a primeira pesquisa Datafolha nas eleições municipais do Rio. O ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) lidera neste início de campanha as intenções de voto para a Prefeitura do Rio de Janeiro, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (8). Ele tem 30% da preferência dos eleitores da cidade que governou de 2009 a 2016.

  • Thiago Pampolha se licencia no PDT para assumir secretaria

    O novo Secretário do Meio Ambiente, deputado Thiago Pampolha, vai pedir licença temporária ao PDT para exercer o cargo. O partido não participa oficialmente do governado do estado, integrante o bloco de oposição na Alerj. Pampolha conversou nesta quinta-feira com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, justificando ter tomado a decisão de aceitar o convite do governador Cláudio Castro em caráter pessoal. Lupi recebeu as justificativas e esclareceu que a licença temporária não impedirá que a comissão de ética abra um processo disciplinar para avaliar o fato.

  • Cláudio Castro: O Rio não sai da crise sem ajuda do governo federal

    Em um tom conciliatório, o governador em exercício, Cláudio Castro, afirmou que pretende ter uma boa relação com o presidente Jair Bolsonaro. Ele acrescentou que sem a ajuda do governo federal o estado não vai conseguir sair da grave e aguda crise fiscal.

  • Abel Gomes se declara suspeito e sai da Furna da Onça

    Responsável por decisões extremamente rigorosas na análise do caso, o desembargador Abel Gomes, relator da Operação Furna da Onça no TRF-2, se declarou surpreendentemente, suspeito para continuar despachando na ação penal. O ato foi assinado em 5 de outubro.

  • Especialistas criticam manobra de Fux por trazer insegurança jurídica

    A manobra do presidente do STF, Luiz Fux, de colocar em pauta de surpresa deliberação para que o plenário voltasse a julgar ações penais contra réus com prerrogativa de foro em substituição às turmas do tribunal despertou críticas entre os mais renomados especialistas. Há o entendimento de que a súbita mudança possa trazer insegurança jurídica, especialmente porque alcança ações já em curso.

  • Justiça proíbe Record de continuar a fazer propaganda para Crivella

    A Justiça Eleitoral proibiu a TV Record de fazer propaganda subliminar para Marcelo Crivella (Republicanos), sobrinho de Edir Macedo. O Ministério Público Eleitoral mostrou que apresentadores da emissora estavam fazendo referência ao número 10, da campanha de Crivella, ao longo da programação. A emissora passou a divulgar um novo número de WhatsApp, de final 1010.

  • TRF-2 eleva pena de Cabral que já passa de 300 anos

    O fatiamento das ações contra Sergio Cabral pode leva-lo a uma condenação de até 500 anos. Com metade das ações julgadas, a pena de Cabral hoje chegou a 303 anos. Uma prisão quase perpétua, não fosse a expectativa de uma dosimetria limite para a penal efetiva. Hoje, o TRF da 2ª Região confirmou duas condenações do ex-governador do Rio Sérgio Cabral e aumentou uma das penas em oito meses. Com as novas condenações, ele pegará mais 28 anos de prisão.

  • Pampolha assume o Meio Ambiente e promete solução para o autódromo

    O deputado Thiago Pampolha saiu há poucos minutos do Palácio Guanabara, onde se reuniu com o governador Cláudio Castro, que confirmou sua nomeação para a Secretaria de Meio Ambiente, no lugar de Altineu Cortes. É o primeiro deputado estadual a integrar o novo secretariado estadual. Na conversa, Cláudio Castro pediu atenção especial ao combate às queimadas e ao gerenciamento do programa de despoluição da Baía de Guanabara. Pampolha já amanhã vai se reunir com técnicos para estudar o projeto de construção do autódromo em Deodoro, em torno do qual há enorme debate por atingir parte de uma área preservada. O novo secretário deseja encontrar uma solução salomônica, que garanta o empreendimento sem maiores prejuízos ambientais.

  • Comissão da Alerj aponta desvio em todos os contratos para o combate à pandemia

    O relatório final da Comissão Especial de Fiscalização dos Gastos da Saúde no Combate ao Coronavírus concluiu que praticamente todos os contratos emergenciais, firmados pela Secretaria de Estado de Saúde durante a pandemia, apresentaram suspeitas de mau uso do dinheiro público e recomenda o impeachment do governador afastado Wilson Witzel

  • Lewandowski pede informação ao TJ-RJ sobre censura à Rede Globo

    Ricardo Lewandowski pediu informações à juíza e ao desembargador do TJ do Rio que proibiram a Globo de noticiar informações sobre as investigações da rachadinha no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa.

  • Romário abandona Crivella para apoiar Eduardo Paes

    O senador e ex-jogador Romário, maior liderança do Podemos no Rio, abriu dissidência no partido para apoiar o candidato do DEM, Eduardo Paes. O Podemos faz parte da coligação de Marcelo Crivella. A informação é de Paulo Cappelli, de O Globo. "Institucionalmente, o partido decidiu caminhar com o Crivella. Mas acredito que, definitivamente, o Eduardo (Paes) é o cara mais preparado para administrar a nossa cidade", disse Romário.

  • TRE nega pedido de Paes para trancar ação penal

    Na sessão plenária desta segunda-feira (5), o TRE-RJ negou, por unanimidade, o pedido de habeas corpus do candidato à Prefeitura do Rio, Eduardo Paes, para o trancamento de ação penal em tramitação na 229ª Zona Eleitoral. Invocando o artigo 4º, parágrafo 16, inciso II, da Lei 12.850/13, Paes alegava que o recebimento de denúncia não poderia ter acontecido com fundamento apenas em declarações de colaboradores premiados.

  • Manuela D'Ávila, do PCdoB, dispara em Porto Alegre

  • Pesquisa da Record diverge do Ibope e garante segundo lugar isolado a Crivella

    Pesquisa encomendada pela Rede Record ao Instituto RealTime Big Data coloca o prefeito Marcelo Crivella isolado no segundo lugar, diferentemente do Ibope que o situou, também na vice-liderança, mas em empate técnico com Martha Rocha (PDT) e Benedita da Silva. Todos os demais candidatos apresentam índices semelhantes ou iguais aos apresentados pelo Ibope. De acordo com a pesquisa do BigData, Eduardo Paes (DEM) tem 26% (Ibope, 27%) das intenções de votos; Marcelo Crivella (Republicanos), 17% (Ibope, 12%), delegada Martha Rocha, 10% (Ibope 8%) e Benedita da Silva 9% (Ibope, 7%).

  • Senador Arolde segue internado mas não está entubado

    Internado desde o dia 17 por causa da Covid-19, o estado de saúde do senador Arolde de Oliveira (PSD), 83 anos, é estável, segundo sua assessoria. Ele segue no hospital monitorado pela equipe médica mas não está entubado.

  • Bolsonaro está desmontando o estado policial, ingenuamente, construído pelo PT

    Ao abandonar o politicamente correto e assumir posições de risco, Bolsonaro rompeu a crescente influência das corporações nos rumos da administração. Pôs freio ao poder paralelo - criado por setores do Judiciário e do Ministério Público, com participação ativa de lideranças da Polícia Federal - que impunha rédeas e diretrizes ao governo numa inaceitável substituição ao poder político legitimado pelo voto. Por algum tempo, o Brasil parecia governado por Moro, Dallagnol e sequazes. Todos os demais poderes lhe eram obedientes. Esta lógica parece rompida.

  • Senador Arolde de Oliveira é internado com Covid-19

    O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) , de 83 anos, está internado com covid-19. A informação foi confirmada pela própria assessoria do político, em mensagem publicada nas redes sociais.

  • Gilmar suspende o bote de Bretas contra o livre exercício da advocacia

    O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu liminarmente neste sábado (3/10) o bote à advocacia, comandado pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. Bretas ordenou, no início de setembro, o cumprimento de 75 mandados de busca e apreensão em endereços de empresas, escritórios e residências de advogados.

  • Conheça o tempo de TV de cada candidato à Prefeitura do Rio

  • Por 10x1, STF aprova tempo e verba iguais para negros e brancos

  • IBOPE mostra indefinição do segundo colocado no Rio

    A primeira pesquisa Ibope sobre as eleições do Rio confirma liderança de Eduardo Paes e a indefinição do segundo colocado, posição ocupada por Marcelo Crivella com fragilidade, pois Marta Rocha e Benedita da Silva estão no seu encalço. Veja os números:

  • Cinco anos depois, a Lava Jato reconhece que as palestras de Lula foram legais

    Os arbítrios da Lava Lato, aos poucos, caem por terra, com a verdade sendo restabelecida à conta-gotas – num processo de reabilitação do presidente Lula que deve culminar com a anulação das condenações engendradas pelo juiz Sérgio Moro, hoje sabidamente envolvido numa articulação parcial contra o ex-presidente. No último dia 24, revela o Radar de Veja., Justiça Federal no Paraná concluiu, após quase cinco anos de investigações, que foram legais as 23 palestras de Lula a empreiteiras investigadas na Lava-Jato. Diz a juíza Gabriela Hardt: “Não houve comprovação de que os valores bloqueados possuem origem ilícita. Deve-se presumir sua licitude”.

  • Deputado Waldeck será relator do Tribunal Misto do impeachment

    O presidente do Tribunal de Justiça, Claudio de Mello Tavares, realizou nesta quinta-feira (01/10) a sessão inaugural do Tribunal Especial Misto, em que foram definidos o nome do deputado Waldeck Carneiro (PT) como relator do processo de impeachment do governador afastado, Wilson Witzel, e o roteiro com os próximos passos do colegiado

  • Relator dos casos polêmicos na Alerj, Rodrigo Bacellar é o entrevistado do Jogo do Poder

    Domingo no Jogo Poder você vai conhecer o relator do processo de impeachment na Alerj, deputado Rodrigo Bacellar, campista que em seu primeiro mandato assumiu um protagonismo decisivo na atual legislatura. Além do impeachment, Bacellar relatou outros dois casos polêmicos: as contas do último ano do governo Pezão e a libertação dos deputados presos na operação Furna da Onça, que, por determinação do STF, foi objeto de decisão do plenário.

  • Ministro Napoleão Maia reconsidera decisão e garante candidatura de Washington Reis

    O ministro Napoleão Nunes Maia Filho, do STJ, reconsiderou sua decisão anterior e deferiu pedido de medida liminar em tutela provisória, nesta quinta-feira (01/10), suspendendo qualquer efeito para fins de inelegibilidade em desfavor do candidato Washington Reis. Com a decisão, o prefeito fica autorizado a concorrer à reeleição, este ano.

  • Witzel pode ter usado escritórios de advocacia para esquentar propina

    A quantidade de dinheiro vivo que, segundo o empresário Edson Torres, foi entregue ao governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC), pouco antes do início da campanha eleitoral de 2018 coincide com pagamentos que escritórios de advocacia fizeram ao político e à primeira-dama naquele ano, de acordo com registros da Receita Federal. A suspeição é de que Witzel tenha usado escritórios de advocacia para esquentar a propina. A informação é do portal UOL.

  • Advogado de Cabral denuncia distorção da lei para se criar a prisão perpétua no Brasil

    Em postagem nas redes sociais, o advogado de Sérgio Cabral, Márcio Delambert, denuncia o que chama de distorção do sistema penal brasileiro, com criação da pena de prisão perpétua, não prevista no Código Penal

  • Começa hoje a fase decisiva do impeachment de Wilson Witzel

    Começa hoje, quinta-feira, no Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) a fase decisiva do processo, que define se o governador Wilson Witzel perde ou não o mandato. Às 14h será instalado o tribunal misto de julgamento, formado por cinco desembargadores sorteados na última segunda-feira e cinco deputados eleitos pela Alerj na terça-feira.

  • Alvo de ataques racistas, Benedita vai denunciar interferência federal nas eleições

    A candidata do PT, Benedita da Silva, vai denunciar na Justiça Eleitoral a interferência indevida do governo do presidente Jair Bolsonaro no processo eleitoral carioca. Nesta semana, o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Machado, anunciou a retirada do nome da deputada da galeria da Lista de Personalidades Negras da instituição. Alegou vagamente que ela responde a processos, disseminando fake news para tentar atingir a candidatura petista.

  • TRE decide amanhã o futuro de Rogério Lisboa

    O Tribunal Regional Eleitoral vai julgar amanhã , dia 01/10, o recurso da defesa do prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa, contra a decisão do colegiado que, em outubro do ano passado, a pedido do Ministério Público Eleitoral, cassou seu mandato, por irregularidades na eleição de 2016, tornando-o inelegível. Se perder, Lisboa estará fora do páreo neste pleito.

  • Nova pesquisa mostra liderança de Paes, com Benedita colada em Crivella no segundo lugar

    Mais uma pesquisa de opinião apresenta o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) na primeira posição para as eleições municipais do Rio de Janeiro, com 22% das intenções de voto. Candidato à reeleição, o atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) aparece com 12%. A pesquisa, revelada por Sidney Rezende, de O Dia, foi feita pela Intelligence Serviços e tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. A surpresa do levantamento de voto estimulado é a ascensão da ex-governadora Benedita da Silva (PT), com 9%, e à frente da candidata Martha Rocha (PDT), que aparece com 6%. No entanto, as duas estão tecnicamente empatadas.

  • Pedro Fernandes deixa prisão domiciliar e é levado para Benfica

    A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quarta-feira, o ex-secretário estadual de educação, Pedro Fernandes. Ele foi um dos alvos da operação Catarata II, realizada no último dia 11, mas na ocasião estava diagnosticado com coronavírus e ficou sob prisão domiciliar.

  • Paes lidera com folga e Crivella, Martha e Benedita disputam o segundo lugar, revela pesquisa

    O ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) tem 26% das intenções de voto para a prefeitura do Rio de Janeiro no primeiro turno das eleições. Em segundo lugar, há três candidatos praticamente empatados. O atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), com 17%, seguido de Martha Rocha (PDT), com 12%, e Benedita da Silva (PT), com 10%.Os números são de pesquisa da revista Exame, em parceria com o Instituto Ideia.

  • Pampolha nega estar protegendo o suplente Sérgio Fernandes

    O deputado Thiago Pampolha (PDT) nega que esteja se movimentando para se tornar secretário de estado, visando a possibilitar que Sérgio Fernandes, primeiro suplente, assuma o mandato e adquira imunidade para se proteger de eventuais investigações. Pampolha é cogitado para as pastas de Esporte ou Meio Ambiente.

  • Morre o deputado João Peixoto com complicações da Covid-19

    O deputado estadual João Peixoto (DC), de 75 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (30), em Campos (RJ), Norte do Estado, por complicações decorrentes da covid19. Ex-taxista, Peixoto exercia o 8º mandato na Alerj e estava internado no Hospital Doutor Bêda desde do dia 27 de agosto. A morte do parlamentar foi confirmada pela assessoria de imprensa do deputado, informa o Portal Viu de Campos dos Goitacazes.

  • Alerj escolhe deputados que vão julgar o impeachment de Witzel

    A Alerj elegeu hoje os cinco deputados que, ao lado de cinco desembargadores, farão parte do tribunal misto que julgará o impeachment de Wilson Witzel. Houve empate entre dois parlamentares. Após checagens, inclusive de imagens da TV Alerj, foram eleitos pelos 67 parlamentares presentes ou por videoconferência, Alexandre Freitas (NOVO), Chico Machado (PSD), Waldeck Carneiro (PT), Dani Monteiro (PSOL) e Carlos Macedo (Republicanos). Houve empate entre ele e Anderson Moraes (PSL), mas, segundo o regimento, Macedo foi eleito por ser mais velho.

  • Cláudio Castro anuncia